fbpx

15 de Junho – 19 HORAS – ADORAÇÃO RESPONSÁVEL – ENTRADA FRANCA

LIDERANÇA

Dionizio Ferreira e Jônatas Câmara

 

LOCAL: Avenida Presidente Antônio Carlos 1769 – Bairro São Francisco – BH  
HORÁRIO:
19h
DIA: 15 de Junho

ENTRADA FRANCA!

 

VISÃO

O ADORAÇÃO RESPONSÁVEL é um movimento de ensino, oração, intercessão e adoração,  que tem como objetivo inspirar adoradores a viverem um  nível profundo de quebrantamento, profecia, revelação e fluir pelo Espirito.

 

MISSÃO

Nossa missão é a de enfatizar a sustentação dos marcos fundamentais da adoração comunitária bem como a nossa condição como reino de sacerdotes. Essa é a nossa missão e a nossa responsabilidade.

 

VALORES

Cremos que a verdadeira adoração só se consolida quando acontece no espírito e pelo Espírito. Cremos que através da unidade da fé e da unidade do Espírito a igreja se torna uma só voz no mundo, por isso, cremos que todos podem profetizar. Também, sustentamos a ordenança bíblica de que precisamos falar entre nós com salmos, hinos e cânticos espirituais.

COMO NASCEU O ADORAÇÃO RESPONSÁVEL

Por Dionizio Ferreira

No inicio do ano de 2015, o Senhor começou a ministrar em meu coração duas coisas. A primeira a respeito do ministério do Espírito Santo e a segunda sobre a adoração em espírito e em verdade. Sobre o ministério do Espírito Santo, veio ao meu coração uma forte revelação capaz de me fazer entender como eu sustentava muitos achismos o que antes pra mim eram princípios fundamentais,  mas que na verdade vivia-os sem entendimento, principalmente sobre a nossa forma de cultuar a Deus. Percebi que nossos cultos geralmente obedecem uma liturgia muito forte a ponto de exaltarmos essa liturgia e não permitirmos de forma livre, a intenção do Espírito Santo. Com isso passei a estudar a bíblia a respeito da obra do Espírito a fim de entender melhor sobre sua atuação e o que me  foi revelado dentro das escrituras a princípio é de que o seu ministério é o ministério de maior glória (2 Co 3) e de que este ministério precisa ter primazia. Também o Espírito ministrou ao meu espírito sobre como temos resistido à sua atuação assim como o jovem Estevão declarou em Atos 7.51 Homens de dura cerviz e incircuncisos de  coração e de ouvidos, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim como fizeram vossos pais, também vós o fazeis”.  O Espírito também já foi blasfemado, já mentiram contra o Espírito Santo e muitas outras atitudes que demonstram que o Espírito tem sido esquecido e que sem o seu ministério genuíno a igreja não adorará em verdade, não orará biblicamente e não será revelada a respeito de Jesus Cristo, o Cabeça. Resultado da falta do Espírito: nossa intenção pode ser um tanto quanto boa mas sempre apontará para a posição horizontal.

Em 2016 assumi o ministério de louvor do Seminário Cristo Para as Nações e a coordenação do Curso Bacharel em Louvor e Adoração que hoje recebeu uma nova nomenclatura “Formação em liderança de Louvor”. Na oportunidade convidei o ex-aluno que hoje é professor do curso, Jônatas Câmara, a caminhar comigo nessa revelação que estava nascendo. Deus uniu dois corações num mesmo propósito.. Fomos consolidando o propósito de Deus através da unidade, da comunhão, alinhando pensamentos para que pudéssemos falar a mesma língua e sermos a mesma voz.  Jônatas foi convidado pelo fato de Deus ministrar ao meu coração sobre sua vida e alguns de seus propósitos no ministério dele. Eu sempre o observava no seminário trabalhando em equipe, disciplinado, pronto para o ensino, obediente à liderança, forte na palavra e no Espírito, frutos de um coração quebrantado e o desejo ardente de ir sempre além. É assim até hoje!. A partir desse momento começamos a pensar melhor sobre o ministério do Espírito Santo como também a adoração em espírito em verdade. Nessa época Jônatas produziu a seguinte frase, e é claro, que pelo Espírito Santo   “A adoração só pode ser em verdade se primeiramente acontecer em espírito e pelo Espírito. Nossa geração precisa produzir o som de vidas queimando no Espírito Santo”. A propósito, tínhamos algumas ideias a respeito do congresso de louvor e adoração do Cristo para As Nações que aconteceria em novembro de 2016. De uma coisa eu estava convicto, precisávamos falar a respeito do ministério do Espírito Santo e sobre a adoração em espírito e em verdade. Foi quando eu pedi ao Jônatas para que me ajudasse a pensar em um tema para esse congresso. Horas depois ele me enviou uma mensagem com o seguinte tema: ADORAÇÃO RESPONSÁVEL. Diferente, simples e direto. Ainda acrescentou, “precisamos aceitar nossa condição como reino de sacerdotes e viver isso na prática, precisamos ser o que cantamos”. Sendo assim, o tema do nosso congresso de 2016 foi “Adoração Responsável – O que somos, o cantamos”.

Fizemos o congresso e foi glorioso.  Havia uma atmosfera diferenciada e um pulsar em nós sobre vivenciarmos um tempo de profundas revelações. Então sentimos de continuarmos com o Adoração Responsável como um movimento e não apenas como um congresso. Nossa Liderança no seminário aprovou e então fomos buscar ao Senhor sobre essa nova missão. Em 2017 lançamos a primeira sessão do Adoração Responsável com o tema Adoração Responsavel, seguindo fizemos a sessão dois com o tema Revelação e Adoração, logo depois continuando 2017 e 2018, surgiram novos temas: Conservando o trigo o azeite e o vinho, Aba Pai, Reino de Sacerdotes, Subamos a Betel, Eis o tempo da colheita, Até que cheguemos à unidade da Fé e agora, março de 2019 – Baruch Habah – Bendito é o que vem.

Durante todo o processo fomos trabalhados e moldados  pelo Espírito, mesmo porque no inicio tínhamos a convicção de que estávamos seguindo um formato ainda muito litúrgico por causa de paradigmas que foram  construídos em nossas mentes,  o que envolvia coisas do tipo: quem vai fazer o quê? Vamos convidar palestrantes renomados? Vamos cobrar entrada? Qual  equipe de música irá ministrar? Vamos ensinar sobre música? Vamos fazer um processo de coaching coletivo? Com todas essas perguntas, fruto de uma construção costumeira começamos a entender, pela graça e pelo Espírito de que precisávamos nos preparar tecnicamente, biblicamente e espiritualmente, mas que além disso, deveríamos seguir o fluxo do Espírito e ainda,  que não temos capacidade para gerar nada, somente o Espírito pode gerar revelação e adoração e de que deveríamos convidar para compor esse time pessoas que carregavam a mesma revelação e que estava conosco nesse processo. Faz toda diferença quando você tem uma equipe que vive unidade da fé e unidade no Espírito. Aos poucos fomos sendo instruídos pelo Espírito e ainda estamos nesse processo de construção e desconstrução. Não carregamos nenhum apego sobre esse movimento, mesmo porque sabemos que ele fluirá até o dia que o Espírito Santo, o ministério de maior glória, decidir. O que desejamos é tocar e inspirar nossa geração e prepara-los para contar as obras do Senhor para a próxima geração. Importa que Cristo cresça e que nós diminuamos. O Adoração Responsável tem sido um canal de Deus para a transformação de vidas. Foram muitos testemunhos desde então, muitos adoradores que participaram desde o inicio e que são fiéis a esse movimento já relataram sobre o que o Espírito fez em suas vidas e ministério, mas, o testemunho que nos impactou sobremaneira foi o de um pastor que havia destituído o ministério de musica e louvor  da sua igreja. Havia decidido por convidar bandas itinerantes para não ter a chamada “dor de cabeça com ministério”, assim ele relatou. Na sessão Adoração e Revelação o Senhor ministrou no coração dele sobre um tempo de restauração do ministério e sobre chamar o pessoal para essa vida no Espírito que proporciona revelação e adoração em verdade. Ele nos contou de que o ministério de música em sua igreja foi restaurado e de que o fluir do Espírito Santo tem sido notório.

Seguimos com essa visão, seguimos com essa missão, crendo que o Adoração Responsável não carrega em si nenhum objetivo financeiro e nem mesmo a exaltação de qualquer instituição ou de homem algum. O Adoração Responsável, como o próprio nome diz é a oportunidade de fazermos  o que precisamos fazer nesse tempo, em nossas igrejas, bairros e cidades. Esse movimento tem  sido o carinho de Deus para nos transformar de glória em glória, de revelação em revelação.

15 de Junho as 19h na sede do CPN.

Cada sessão é pra nós a oportunidade de ministrar e ensinar sobre esse grupo que mexe com a musica na igreja para que cresçam cada vez mais e não fiquem limitados somente à musica, por isso, Adoração Responsável.

Confirme sua presença abaixo:



10 de junho de 2019

0 responses on "15 de Junho - 19 HORAS - ADORAÇÃO RESPONSÁVEL - ENTRADA FRANCA"

    Leave a Message

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Somos associados:

                        

    Atendimento

    Av. Antonio Carlos 1769 em frente ao Hosp. B. Horizonte
    Belo Horizonte | MG

    Ligue para:
    31 – 3025.7222 whatsapp 31-991942000

    atendimento@cpn.org.br

    Seminário Cristo Para As Nações © 2019 . Todos os direitos reservados.Política de Privacidade

    Espere!

    Conheça nossos cursos presenciais oferecidos no segundo 
    semestre de 2019. Faça sua matrícula e garanta sua vaga!
    close-link
    X